Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

O que é MVP e porque é tão importante para a gestão de projetos

Quando um produto, serviço ou até uma empresa estão nos seus primeiros passos, a vontade dos idealizadores é pular etapas e entregar tudo de uma vez. As prioridades acabam se confundindo com os impulsos de fazer acontecer e poucas empresas voltam a atenção para seu MVP.

 

Pera, o que?

 

O que significa MVP?

 

Minimum Viable Product ou Produto Mínimo Viável, esse é o significado literal. Na prática, o MVP deve ser uma das primeiras etapas de qualquer projeto. Por que? Para lançar um novo produto ou serviço com o menor investimento possível, testando a ideia antes de apostar em grandes ações.

 

Essa é a versão mínima do produto, ou seja, que possui apenas as funcionalidades necessárias para que ele funcione de acordo com seus principais objetivos, cumprindo a função para que foi destinado.

 

Criar o MVP é uma forma de testar eficiência do produto, usabilidade, aceitação no mercado de acordo com a concorrência, entre outros pontos que estruturam exatamente o problema que o projeto se propõe a resolver.

 

Como criar um MVP?

 

o que é mvp

 

Evitar grandes investimentos em um produto que ainda não se sabe se será aceito no mercado é mais do que uma estratégia inteligente em termos financeiros, é uma forma de aperfeiçoar o seu produto desde o primeiro teste. Por isso ele é tão importante para a gestão de projetos.

 

O principal para manter em mente na hora de criar seu MVP é: não é sobre entregar funcionalidades mal feitas, é sobre entregar apenas a quantidade necessária, com qualidade. Não é sobre fazer um bolo de chocolate inteiro meio sem gosto. É sobre cortar a menor fatia de um bolo de chocolate delicioso.

 

Antes de começar, defina: de todas as incertezas que você possui sobre o projeto, quais você quer validar primeiro? Quais são as funcionalidades mínimas para que ele possa começar a ser usado?

 

Se você está em equipe, uma ótima forma de fazer isso é por meio do Design Thinking. A metodologia facilita para que melhores decisões sejam tomadas mais rapidamente e de forma organizada.

 

Outra forma bastante comum dentro de equipes de gestão de projetos é o Canvas de Modelo de Negócios. Com ele é possível definir em 9 blocos os componentes básicos da sua startup ou projeto para criar seu MVP, sendo eles:

 

  • Segmentos de clientes
  • Propostas de valor
  • Canais
  • Relacionamentos com cliente
  • Fontes de receitas
  • Recursos chave
  • Atividades chave
  • Parceiros chave
  • Estrutura de custos

 

O segredo está no foco para definir quais são os aspectos essenciais do projeto. Não tenha medo de errar, é no erro que estarão suas melhores percepções, mas não deixe que o cliente perceba a fragilidade de seu MVP.

 

O MVP é só uma etapa da gestão de projetos ágeis, metodologia que reúne as principais habilidades e ferramentas para gerir projetos e produtos com qualidade e velocidade. Se quiser aprender o básico das metodologias ágeis em menos de duas horas, assista aqui a live online e gratuita da Mastertech com a Camila Achutti sobre o tema!

 

 

5 (100%) - 3 votos