Empresas de todos os setores estão lutando para descobrir como ganhar no espaço digital. Normalmente, eles concentram seus esforços em mudanças na estratégia de negócios. Eles se concentram em aprimorar a capacidade de marketing, criar novos produtos e serviços digitais, melhorar seus esforços de mídia social e atualizar seus conhecimentos em TI.

 

Muito menos atenção é dada à importante mudança no comportamento de liderança que é necessária para fomentar uma cultura de inovação e experimentação. Isso precisa mudar.

 

O que é liderança transformacional?

 

A liderança transformacional é a resposta para muitas dessas questões. Existem quatro questões-chave necessárias para reorganizar o negócio a partir dela e obter sucesso no espaço digital. É preciso implementar estratégias práticas que envolvam proativamente:

 

  • A equipe de liderança na construção de uma cultura com conhecimento digital
  • A equipe de funcionários da organização no processo de mudança
  • Principais segmentos de clientes em todos os aspectos da marca
  • Indivíduos no processo de experimentar novas formas de fazer o seu trabalho

 

Atingir esses resultados importantes requer uma cultura que incentive e recompense a inovação e a experimentação em todos os níveis da força de trabalho. Os líderes que ignoram ou simplesmente discordam da ideia de construir uma cultura que suporte essas questões críticas de engajamento, diminuem seriamente a probabilidade de sucesso na era digital.

 

Os líderes que desejam transformar a cultura de sua organização precisam lidar diretamente com essa resistência à mudança. Eles mesmos devem estar dispostos a experimentar novos comportamentos de liderança. Fazer as mesmas coisas que davam certo em tempos mais tradicionais não funcionará agora, dada a nova dinâmica do espaço digital.

 

Embora os conceitos sobre o que os líderes precisam fazer para criar uma cultura digital pronta pareçam bastante simples, geralmente o detalhamento está em como colocá-los em prática. Abaixo estão 10 passos práticos que os líderes podem tomar para criar uma cultura que construa o nível de confiança, comprometimento e foco no cliente que motivará os funcionários a inovar e experimentar novas maneiras de trabalhar:

 

1. Jogue no escuro

 

Esteja disposto a operar fora de sua zona de conforto. A maioria dos líderes parece melhor no aspecto técnico e comercial de seus trabalhos, repetindo tarefas programadas, do que na criação de culturas de trabalho espetaculares. Essa deveria ser a função primordial de alguém em papel de liderança.

 

2. Seja transparente

 

Admita a si mesmo e aos funcionários que eles não têm todas as respostas necessárias para que o esforço de mudança seja bem-sucedido. Ou seja, forneça essas respostas discutindo juntos, sem mistérios.

 

3. Comunique com efeito

 

Comunique-se sobre visão, papeis, processos e expectativas no início de um esforço de mudança. O discurso é uma poderosa ferramenta de engajamento e ação.

 

4. Providencie e exija feedback

 

Leve vários níveis de funcionários para o processo de criação de soluções, ouça o que eles tem para te falar. Além disso, dê feedback às pessoas sobre o que está funcionando e o que não está funcionando.

 

5. Mantenha o foco na cultura

 

Dê pelo menos tanto tempo e atenção à estratégia de liderança quanto à estratégia de negócios. Não adianta continuar exercendo as mesmas funções se elas não forem feitas com novos objetivos e uma mente destinada a inovação.

 

6. Assuma a responsabilidade

 

Esteja prontamente acessível aos funcionários em todos os níveis, especialmente quando as coisas ficarem irregulares. Quando houverem erros, assuma a responsabilidade por eles. Não procure transferir a culpa, pois isso reforça o ceticismo e a resistência.

 

7. Combine palavras com ações

 

Evite desconexões entre palavras e ações. Aumente o nível de confiança sendo consistente e autêntico para ajudar os funcionários a adotarem o esforço de mudança sem medo.

 

8. Crie pequenas vitórias

 

Os funcionários céticos e resistentes precisam de provas de que esse esforço de mudança realmente funcionará. Pequenas vitórias significativas são muito mais importantes do que grandes promessas.

 

9. Coloque a mão na massa

 

Os líderes devem estar dispostos a entrar e modelar as ações de acordo com a nova maneira, particularmente quando as coisas ficam confusas ou saem dos trilhos. Não dá pra ficar só observando, coloque a mão na massa.

 

10. Entenda que não existe fórmula

 

Não há fórmula mágica para construir uma cultura digital. É sempre um processo contínuo. A boa notícia é que os líderes não precisam ser perfeitos em seus esforços. Eles devem ter a coragem de apoiar a experimentação e estarem prontos para encarar os erros como oportunidades de aprendizado.

 

Eles devem estar dispostos a experimentar novos comportamentos e estar prontos para admitir que não têm todas as respostas. A grande recompensa é que os líderes que dedicam tempo para construir culturas positivas, ágeis e criativas, têm uma grande vantagem competitiva na era digital.

 

Para dar suporte nisso, o design thinking e as metodologias ágeis são fundamentais no processo de gestão. Venha conhecer nossos cursos de negócios e aprimorar suas habilidades de liderança! 🙂

Liderança transformacional: como ser um bom líder na era digital
Avalie esse post
Você pode também gostar