Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

Como transformar suas habilidades em negócios lucrativos

Todo mundo tem uma habilidade, um hobby ou uma paixão e, em tempos de “faça o que você ama”, esse pode ser o melhor atalho para uma vida mais saudável e feliz. Abrir um negócio, trabalhar em casa, ganhar dinheiro com pouco investimento ou fazer uma renda extra por mês é o sonho de muita gente e pode não estar tão distante quanto você pensa.

 

Muitos negócios lucrativos começam como nada mais, nada menos, do que uma interseção entre algo que gostamos de fazer e aquilo que sabemos fazer com qualidade. Combinar essas duas características para um negócio verdadeiramente sustentável pode parecer impossível, mas aqui vão algumas etapas que podem te ajudar a começar esse processo.

 

1. Comece um blog

 

Escolha um tópico do qual você conhece bastante e é apaixonado e comece a construir uma base de leitores regulares para ele. Sempre mire no objetivo de entregar dicas, truques ou orientações que ajudem o público leitor assim como você buscava sobre o mesmo tópico.

 

O blog é um bom jeito de se tornar especialista em um setor como primeiro passo para pequenos negócios lucrativos. Isso porque o investimento para começar um blog pode ser nulo e, depois de algum tempo, trazer um retorno em outras direções.

 

Por exemplo, se você começar a escrever sobre mecânica de motos, criar seus próprios vídeos mexendo na sua moto e orientar mais pessoas a conhecerem e consertarem seus veículos, você pode começar a orientar seus conteúdos para a venda de um curso em vídeo aulas mais completas para resolver problemas específicos.

 

Para conseguir um maior alcance com seu blog, procure saber mais sobre marketing digital e as ações que precisam ser tomadas no sentido de alcançar o público que você está procurando.

 

2. Trabalhe como freelancer no seu setor

 

Se você já tem um trabalho fixo como designer, desenvolvedor, profissional de marketing digital, gestor de projetos ou qualquer outro emprego, provavelmente existem pessoas procurando por gente como você para realizar trabalhos por fora da empresa.

 

Procure pelo primeiro cliente como freelancer e sinta como é equilibrar sua rotina diária e as horas fixas na empresa com uma atividade extra. Com o tempo, você vai organizando seu tempo para pegar a quantidade de clientes possíveis, que não apaguem sua vida pessoal, mas que consigam garantir uma renda extra. Lembre-se que para trabalhar como freelancer de forma mais profissional, você terá que começar a emitir notas fiscais e estabelecer seu contrato de trabalho. Busque por essas informações, de preferência com profissionais, para oficializar seus trabalhos.

 

3. Torne-se um consultor

 

Não consegue pegar mais trabalhos aprofundados por fora do seu emprego fixo? Outra opção é se tornar um consultor na área de sua especialização. Nesse caso, seu tempo investido será menor do que na realização de projetos freelancer, mas ainda assim pode te ajudar com uma renda extra.

 

Junto a tarefa de orientar pessoas para as melhores ações no seu setor, você pode oferecer cursos e treinamentos mais aprofundados para serem vendidos como produtos. Esse tipo de serviço de coaching pode ser oferecido em plataformas já conhecidas de treinamento, que já possuam um público maior para facilitar que seu curso seja encontrado.

 

4. Comece um podcast

 

Se existe um meio que agarra a atenção de pessoas realmente interessadas em um assunto específico, este é o podcast. Se você tem uma boa habilidade de comunicação, consegue se fazer entender e pode adicionar uma pitada de qualidade única nisso, você está feito.

 

Na mesma lógica que o blog, o podcast pode ser uma forma de passar seus conhecimentos para frente sobre um tema específico pelo qual é apaixonado ou tem grande interesse. Defina bem o seu nicho, utilize um site que sirva como casa para seu podcast e comece a falar. Com o tempo, você vai ganhando visibilidade e pode começar a realizar entrevistas com outras pessoas do setor, fazer quadros específicos, criar conexões com outros projetos e formar uma reputação sólida dentro do campo.

 

5. Venda produtos artesanais físicos

 

Algumas das empresas mais bem sucedidas de hoje começaram em um porão ou garagem como uma atividade da qual nunca imaginaram ganhar dinheiro em cima. Se você tem alguma paixão por criar coisas físicas, como marcenaria, cerâmica, jardinagem, costura, xilogravura, pintura em tela, culinária ou qualquer outra habilidade, comece a produzir para a venda.

 

Pode dar uma insegurança no começo, mas você a cada dia que passa você verá o quanto é mais simples do que imagina começar a vender produtos. Procure por feiras da sua região que incentive o trabalho de empreendedores locais e exponha seu trabalho sempre que possível.

 

Lembre-se: nenhum negócio lucrativo nasce da noite para o dia. Tudo precisa de esforço, tempo e experiência para se tornar em algo que garanta sua barriga cheia e qualidade de vida lá no futuro. Com determinação e foco dá para chegar muito mais longe do que essas ideias com seu negócio.

 

Avalie esse post