Como se tornar um CTO?
Por Juliana Battistelli

4 minutos de leitura

Quando todas as indústrias dependem da tecnologia para funcionarem de forma mais eficiente, inovadora e com qualidade, é preciso ter um profissional responsável pela administração desta tecnologia junto à gestão. Esse profissional é o CTO.

 

Se você é um empreendedor e deseja abrir um negócio, seja em qual mercado for, provavelmente deve buscar por conhecimentos de gestão. Entretanto, ter somente um bom CEO na liderança nem sempre é suficiente para pensar em cenários mais competitivos, inovadores, buscando por aprimoramento constante.

 

Para isso surgiu o CTO ou Chief Technology Officer, diretor técnico que, além de dar suporte aos desenvolvedores, pensa de forma estratégica na tecnologia ligada à gestão.

 

Para que serve um CTO?

 

O CTO, profissional principalmente procurado por startups na atualidade, tem a tarefa de criar a infraestrutura tecnológica de uma empresa. Ou seja, ele fará a pesquisa e desenvolvimento da tecnologia, preparando equipe, ferramentas e estratégias para a criação de produtos.

 

O diretor técnico ou chefe de tecnologia escolhe o grupo que irá atuar em cada projeto, dá as condições estruturais para que isso seja feito e o treinamento necessário à todos os membros da equipe. Além disso, precisa estar sempre ligado nas condições do mercado para implementar novas tecnologias que se encaixem com os propósitos e necessidades da organização.

 

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou Aneesh Chopra, em 2009, como o primeiro CTO a servir o governo desse país. Ele foi contratado para proporcionar as tecnologias que suprissem problemas sociais, como o acesso a postos de trabalho, além de promover melhorias nos sistemas digitais de departamentos públicos de saúde e de segurança. Ampliar o acesso à banda larga era uma tarefa de fundo social, na opinião de Obama, motivo pelo qual essa também foi uma missão dada a Chopra enquanto ele ocupava tal colocação.

 

Por que ser CTO?

 

A importância do CTO só tem aumentado dentro das corporações e entender essa necessidade é bastante simples: tudo está conectado. Precisamos do digital e da Internet para qualquer atividade atual. Nenhuma empresa sobrevive sem plataformas de qualidade que consigam se destacar dentro do mercado e entregar aquilo que o consumidor procura, na hora e no lugar certo.

 

Se você tem vontade de assumir um papel fundamental dentro de empresas ao lado do CEO, com visão estratégica de negócio, contato constante com tecnologia, desenvolvimento de sistemas mais efetivos, inovação e crescimento contínuo, esse cargo foi feito para você.

 

O que é preciso para se tornar um CTO?

 

O Chief Technology Officer pode vir de diversos lugares. Você pode ser formado em administração, ciência da computação, marketing, engenharia, entre outros. Não é preciso ter uma formação acadêmica específica para se tornar um CTO, o importante mesmo é ter conhecimentos em tecnologia e gestão, seja de onde eles vierem.

 

A primeira característica de um CTO é saber resolver, de modo técnico e científico, os problemas das companhias. Isso, em grande parte das vezes, significa ter habilidades de programação aprofundadas, ser empreendedor, criativo, ter facilidade de comunicação e gerenciamento de equipe, estar atento ao cenário tecnológico e econômico, realizar pesquisas e testes constantemente.

 

Não se conformar, continuar curioso e não ter medo de testar novas ideias são as características mais fortes deste profissional. Isso significa que não dá para ficar parado: em um mundo de mudanças rápidas, especialmente dentro da tecnologia, é essencial buscar por conhecimento o tempo todo.

 

Se você já possui habilidades de gestão de negócio, terá que buscar por conhecimentos em tecnologia. Se você já possui conhecimentos em tecnologia, precisa treinar suas habilidades de gestão. Na Mastertech você consegue fazer os dois. Vem ter uma ideia de como isso acontece em cursos práticos e na velocidade que você precisa para entrar no mercado com tudo.

 

Como se tornar um CTO?
4.7 (93.33%) - 3 votos
Você pode também gostar