Sendo você dono de uma startup, gerente de uma empresa ou parte da equipe de algum projeto em desenvolvimento, a análise de concorrência é a forma mais assertiva de criar algo novo, diferente do que já existe pelo mundo.

 

Além dessa que é a maior vantagem da análise competitiva, a estratégia também fornece o material necessário para você aprender mais sobre o seu mercado, conhecer suas potencialidades e pode ser a melhor forma de mostrar para seus investidores e clientes como seu produto é capaz de competir no setor e se destacar frente à outros similares.

 

O que exatamente é uma análise de concorrência?

 

A análise de concorrência é uma forma de conhecer e avaliar as empresas e produtos que oferecem soluções similares às suas. A partir de dados do mercado e de observação estratégica, você conhece quem são seus concorrentes diretos e entende o que eles estão fazendo com relação ao produto.

 

A partir de pesquisas online, buscas por informações em instituições do mercado, ligações e até contatos pessoais, você entende o que já está sendo feito para gerar a melhor solução para seus clientes e se destacar frente à concorrência.

 

Porque eu deveria fazer uma análise de concorrência?

 

A razão da análise de concorrência existir é a mesma pela qual a maioria de nós existe: crescer, se reinventar e melhorar sempre. Fazer análises competitivas ajuda a transformar aspectos críticos em oportunidades de negócio. Ela serve principalmente:

 

  • Para identificar seus concorrentes diretos ou indiretos e continuar acompanhando-os de acordo com a evolução de sua empresa e do mercado;
  • Para entender as estratégias que estão sendo usadas atualmente, identificando as que estão trazendo resultados positivos ou negativos;
  • Para determinar quais são os pontos fracos ou fortes de seu produto com relação à concorrência, suas vantagens competitivas ou deficiências;
  • Para definir ações que irão potencializar os seus diferenciais no mercado e corrigir problemas.

 

Como fazer minha análise de concorrência: o modelo SWOT ou FOFA

 

O primeiro passo será conhecer quais empresas trabalham no mesmo setor, com os mesmos produtos ou similares que podem substituir o seu. Para reunir informações de mercado, a BM&F Bovespa oferece um perfil empresarial sobre a maioria das empresas de capital aberto do Brasil. Você pode reunir informações sobre finanças, setor de mercado, principais funcionários, preços das ações, tendências de crescimento e muito mais.

 

Além disso, para informações valiosas sobre preços e estratégias de marketing, tais como descontos, programas de recompensas e incentivos para clientes novos e existentes, a melhor forma é o contato direto com as empresas. Ligue ou visite seus principais concorrentes para conseguir essas informações como um cliente.

 

Depois de reunidas todas as características possíveis sobre as empresas e produtos, a melhor forma de análise é o modelo SWOT ou FOFA em tradução para o português. Esse modelo consiste em identificar, a partir das informações coletadas, as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças de cada concorrente.

 

analise de concorrencia

 

Forças: Aqui você irá ressaltar quais são os pontos fortes de seu concorrente, em que ele se destaca no mercado, quais diferenciais possui ou em que apresentam melhor qualidade.

 

Fraquezas: As fraquezas se tratam de tudo que a empresa poderia fazer melhor, que apresenta defeitos ou onde o produto pode perder em vendas e qualidade.

 

Oportunidades: Nas oportunidades já não estamos mais tratando de uma análise interna do negócio, mas sim das possibilidades que o mercado externo possui para essa concorrente. Em que o mercado pode beneficiar essa empresa?

 

Ameaças: Aqui também se trata das ameaças externas à empresa, ou seja, aquilo que o mercado, a economia, a concorrência podem apresentar como impasse para o sucesso do produto ou do negócio.

 

Escolha 4 ou 5 concorrentes principais para fazer essa análise. Depois de finalizada, analise também o seu negócio ou produto a partir da SWOT para entender em que sua empresa se assemelha ou não à concorrência.

 

Com isso feito, é hora de tomar ações para aperfeiçoar defeitos, destacar diferenciais e criar um mercado mais competitivo que será benéfico tanto para você, quanto para os seus clientes. Lembre-se de reavaliar sua concorrência pelo menos uma vez ao ano para crescer sempre mais.

 

Quer aprender mais sobre análise de concorrência e outras estratégias para melhorar a gestão de seus projetos? Vem crescer com a gente no Curso Imersivo de Gestão de Projetos Ágeis. Tem turma nova começando a partir do dia 19 de fevereiro! É só clicar aqui para saber mais. 😉

 

Como fazer uma análise de concorrência para gerar projetos que se destacam
5 (100%) - 1 voto
Você pode também gostar