Não tem jeito, tudo nessa vida é contato e não estamos falando dos contatinhos de fim de semana. Oportunidade só se cria conhecendo gente, conversando com gente, discutindo com gente e mostrando quem você é para o mundo.

 

Networking se trata disso: criar uma rede de relacionamento que poderá enriquecer seu trabalho, suas experiências e permanecer ativa para projetos futuros.

 

como fazer networking

 

A teoria dos seis graus de separação

 

Sabe aquela história de que é possível chegar a qualquer pessoa do mundo a partir de 5 outras pessoas? Esta teoria nascida de um estudo científico feito nos Estados Unidos identificou que estamos a seis graus de separação de qualquer pessoa ao redor do globo.

 

Por exemplo, você pode ter um amigo que já foi para a Inglaterra, e que lá conheceu um segurança do Palácio de Buckingham, que por sua vez conhece um dos assessores da rainha, que conhece a rainha Elizabeth II. Nesse caso, bastam 4 graus para se chegar na rainha da Inglaterra. Parece maluco, mas ainda que isso nem sempre seja possível, quanto mais pessoas você conhecer, mais próximo de qualquer pessoa do mundo você estará.

 

Como fazer networking do jeito certo

 

Networking já deixou de ser um termo interessante para parecer algo vago, mas ele é essencial. Aproximadamente 70% das contratações do mercado são resultados de um bom networking. Na maioria das vezes é muito mais fácil conseguir um emprego por indicação do que por currículo.

 

Mas como é que se coloca isso em prática? Não é suficiente somente entregar um cartão de visita, adicionar as pessoas nas redes sociais ou ter o número anotado nos contatos do celular. É preciso pensar no networking antes de precisar de ajuda.

 

Cultivar relações se trata de estar presente, trocar ideia, manter o contato. Ajudar um ao outro sempre que preciso será consequência disso. Mas o primeiro passo está em conhecer pessoas.

 

Eventos empresariais de diversos setores aumentam cada vez mais com o tempo devido ao networking. É preciso estar presente em grupos variados de interesses, com atividades e pessoas diferentes para que contatos permaneçam e cresçam. Participar de cursos presenciais, eventos na sua área, workshops e palestras, além de ser bom para expandir o conhecimento, é uma ótima forma de conhecer pessoas que podem enriquecer esse conhecimento e gerar discussão. Isso se trata de fazer contatos de qualidade, não quantidade.

 

Sair da zona de conforto, compartilhar e ouvir a história dos outros nos transforma e dá forças para que novas experiências surjam. E isso também pode ser feito de dentro de casa a partir de hangouts, cursos online, fóruns e plataformas open source, por exemplo.

 

Relações de parceria e amizade também podem e devem ser construídas no ambiente de trabalho, com confiança e respeito. Conheça quem te inspira a seguir apaixonado pelo que faz e alimente essa troca!

 

Como fazer networking do jeito certo: tudo nessa vida é contato
5 (100%) - 3 votos
Você pode também gostar