Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

8 frases que você nunca deve falar na gestão de negócios

As palavras podem ser poderosas aliadas ou nossas piores inimigas. Tudo depende de como você as usa e no quanto pensa antes de deixar que escapem de sua boca. Quando se é responsável pela gestão de negócios, essa faca de dois gumes pode ser a diferença entre ser um bom ou um péssimo gestor. Como diria Barack Obama:

 

gestão de negócios
“Eu quero ficar um pouco quieto e não escutar eu mesmo falando tanto.”

 

Liderança, comunicação com todos os times e com stakeholders externos: tudo isso exige cuidado com as palavras e uma habilidade de transmitir informações de um jeito que sua autoridade não seja percebida de forma negativa. Algumas frases que parecem inofensivas precisam de um pouquinho mais de atenção antes de serem ditas, como as que vou indicar a seguir.

 

“Nós devemos fazer isso porque nossos concorrentes estão fazendo”

 

Tudo bem, é importante monitorar o que sua concorrência está fazendo em cada período, mas suas decisões não devem ser tomadas somente com base nisso. Foque nos seus objetivos e nas ações relacionadas ao seu produto, tente analisar a estratégia por trás da sua concorrência antes de repetir ações.

 

“Porque eu disse”

 

Se já não era legal ouvir sua mãe justificar qualquer ordem com “faça porque eu disse”, imagine ouvir seu gestor. Esse tipo de frase acaba com qualquer comunicação bilateral onde há respeito dos dois lados para se tornar autoritária. Prefira sempre explicar seus motivos para encaminhar uma ação.

 

“Eu não sou responsável por isso”

 

Se alguma coisa deu errado em um projeto do qual era gerente, você é responsável por isso. Não importa de qual setor se trate, é sempre melhor tomar a responsabilidade para si e depois encaminhar outras pessoas para te ajudarem com a solução.

 

“Vou dar uma olhada nisso no próximo trimestre”

 

Não, você provavelmente não vai. Para fazer as coisas acontecerem agora você deve evitar essa frase e tomar atitudes imediatas, alinhadas com sua estratégia, ou dizer não de uma vez. Pergunte mais sobre a proposta, dê uma chance para reconsiderar o que pode ser feito e o que deve ser deixado de lado.

 

“Não tenho ideia”

 

Ao mesmo tempo que isso mostra humildade em não saber todas as respostas, você não pode parar por aí. Na gestão de negócios é preciso encaminhar qualquer questão para uma solução em ações viáveis. Seguido disso deve sempre vir um “Mas vou descobrir para você!”.

 

“Precisamos nos concentrar em eliminar dívidas técnicas”

 

Quando se trata de produto, especialmente em startups, é preciso ser rápido e inovativo. Sim, é importante tomar cuidado com dívidas em processos técnicos, mas frear ótimas ideias por conta disso não será a solução. Procure balancear melhor os gastos para não deixar setores essenciais para sua empresa de lado.

 

“Esse cliente sempre reclama”

 

O cliente nunca está errado. Você já deve ter ouvido isso e não é brincadeira. Se seu cliente está sempre reclamando é porque a experiência desse consumidor não está sendo satisfatória, então o problema é seu para resolver.

 

“Está bom o suficiente”

 

Se está bom o suficiente, você não deu o seu melhor. Para crescer na gestão de negócios é preciso mais do que estar bom o suficiente, é preciso ter o potencial para ganhar o coração de seus consumidores, é preciso mirar no impossível para chegar quase lá.

 

Gestores de produtos precisam lidar com diversas responsabilidades durante o dia, desde ter total conhecimento do produto até compreender as tarefas de todas as equipes antes de ele sair para o mercado. Para tudo isso ser possível, é preciso ser um excelente comunicador.

 

Quer aprender essa e outras principais habilidades e ferramentas para gerir projetos e produtos com qualidade e velocidade? Acesse a live online e gratuita de gestão de projetos ágeis com a Camila Achutti aqui! 

 

 

4.8 (95%) - 4 votos