Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

5 razões para dar o pulo e se tornar seu próprio CEO

Se você está ficando fadigado pelo menos cinco dias na semana, não consegue mais mencionar o trabalho sem ter vontade de mudar de assunto e fica acordado por mais tempo no domingo para que a segunda demore a chegar, alguma coisa está claramente errada.

 

Esse tipo de alergia ao trabalho acontece com muita frequência e por motivos variados. Pode ser que sua atitude com relação ao serviço precise mudar, sua forma de encarar as atividades pelas quais é responsável, sua equipe ou o ambiente de trabalho. Mas, na maioria das vezes, esses são indicativos de que você precisa encontrar um trabalho melhor para você.

 

Isso pode significar mudar de cargo em um mesmo setor, mudar de carreira ou dar o grande pulo de abrir seu próprio negócio. Cada uma dessas opções acontece em uma fase diferente de sua vida profissional e precisa ser bem pensada com relação ao seu cenário atual. Se sua escolha da vez é se tornar seu próprio CEO, vim te ajudar.

 

Você tem a possibilidade e liberdade para controlar sua carreira

 

Se a ideia de se tornar seu próprio chefe faz seu coração bater mais rápido, você valoriza a liberdade, os desafios e um trabalho com propósito, vai valer a tentativa. Ser um trabalhador autônomo ou CEO de uma empresa não é para todo mundo, mas pode ser a melhor opção para você.

 

Escolher quanto trabalho fazer e como realizá-lo, balanceando com suas ambições profissionais e pessoais, é libertador e te dá a energia necessária para fazer suas tarefas da melhor forma possível. Mas isso precisa estar alinhado com suas possibilidades do momento. Você tem tempo e recursos para tornar isso possível agora? Então se prepara para o pulo!

 

ceo

 

Você pode ir ao encontro de suas paixões e propósitos

 

É clichê, mas é real. Se tornar seu próprio CEO significa que você pode lançar uma startup, trabalho freelancer ou empresa que se baseia completamente em suas paixões pessoais, suas missões sociais ou ambientais, ou o que quer que te mova em direção à impactos positivos.

 

Perder essa chance de transformar o mundo em um lugar melhor por um trabalho que traga mais lucro pode ser seu maior erro. Não deixe ninguém te dizer que é impossível trabalhar com algo que traga significado para sua vida. A mudança começa aos poucos e de lugares inesperados.

 

ceo

 

Você vai encarar desafios enormes

 

O fato de que empreender é extremamente arriscado é o que torna isso tão excitante. Talvez pela primeira vez em sua vida você vai precisar mergulhar de cabeça e corpo inteiro em alguma coisa. Você estará abrindo mão da estabilidade de um salário fixo mensal para a responsabilidade de ver suas próprias falhas e sucessos refletidos em seu lucro.

 

Soa aterrorizante, não é? Calma. Respira fundo. O medo é apenas o entusiasmo sem oxigênio. Antes de entrar em pânico, se pergunte: qual é a pior coisa que poderia acontecer? Seu trabalho como freelancer não deslancha, você não ganha o suficiente para viver, não consegue o investimento necessário para abrir sua startup, precisa ficar alguns dias na casa de familiares ou amigos até encontrar outro emprego. Seja o que for, encare seus medos nos olhos e crie um plano B no caso de tudo dar errado.

 

ceo

 

Você vai aprender muita coisa

 

Sabe aquela sensação de chegar em um novo país e perceber como tudo é diferente? Por algumas semanas é assim que você vai se sentir, e isso é muito bom. Seus sensos estarão aguçados e sua vontade de conhecer e entender o novo parece nunca saciar. Você estará aprendendo muitas habilidades práticas, operacionais e estará mudando a forma de enxergar isso para uma visão estratégica.

 

O importante é não se preocupar em aprender tudo isso antes de dar o primeiro pulo. Claro que é preciso estar preparado em alguns sentidos, como no entendimento dos processos burocráticos para abrir sua empresa ou começar a emitir suas próprias notas fiscais. Para além disso, só a prática vai fazer a perfeição.

 

Melhor cedo do que tarde demais

 

Quando você está em seus vinte e poucos anos, a maioria das pessoas ainda têm algum apoio familiar, poucas obrigações financeiras ou situações permanentes (filhos, casamento). Isso é uma grande vantagem para usar toda sua energia em uma nova carreira. Existe uma frase na comunidade das startups que diz:

 

“Empreender é viver alguns anos de sua vida como a maioria das pessoas não faz, para que você possa viver o resto de sua vida como a maioria das pessoas não podem.”

 

E existe muita verdade nisso. Ser um empreendedor de primeira viagem é como aprender a andar de bicicleta: você vai sofrer algumas quedas e se ralar um bom tanto, mas depois que aprender, essa habilidade fica para toda a vida.

 

Agora se faça a última pergunta: vai valer a pena mesmo se você falhar? Então não tem mais porque esperar. 😉

 

5 (100%) - 1 voto