Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

Storytelling para vendas: a metodologia de contar histórias que funciona

Senta que lá vem a história. Os produtores de castelo Rá-Tim-Bum sabiam muito bem como usar histórias para alcançar seus objetivos, educando, entretendo e encantando mais de uma geração de crianças e adultos no Brasil.

 

Essa contação de histórias sempre foi usada como forma de vender, só não possuía uma metodologia específica com nome e sobrenome até este século. O storytelling cresceu de forma absoluta como estratégia de vendas, se destacando em um mar de produtos, serviços e conteúdos.

 

Quando você ouve a frase “em uma galáxia muito, muito distante”, você automaticamente já sabe que se trata de Star Wars. A fonte amarela, a disposição do texto, aquela terrível rolagem para cima, tudo é muito característico e facilmente reconhecível.

 

storytelling para vendas

 

Storytelling é sobre criar personalidade para sua marca, ser lembrado com histórias memoráveis, conquistar uma audiência. Associar histórias com o que você tem a oferecer irá fazer as pessoas lerem seus conteúdos, se interessarem por seus produtos e serviços, serem cativadas ao ponto de indicarem a outras pessoas.

 

Storyselling: o storytelling para vendas

 

Utilizar o storytelling para vendas, também conhecido como storyselling, é uma forma de ser persuasivo sem ser invasivo. O storytelling tem tudo a ver com o inbound marketing, se destacando pela capacidade de estreitar a relação entre a marca e o consumidor final a partir do compartilhamento de ideias, conhecimentos e interesses por meio de uma narrativa.

 

Mas como contar essas histórias?

 

storytelling para vendas

 

 

O primeiro passo é conhecer quem precisa ler essas histórias. Não tente impressionar a todos, foque nas pessoas certas. Segundo a psicologia da persuasão, os elementos que convencem uma pessoa são a reciprocidade, compromisso, provas sociais, autoridade, gosto e escassez. Utilize esses elementos para convencer seu público.

 

Uma história bem contada para vender tem em si a resposta para as perguntas “por que agora?” e “por que eu?”. Construa autoridade em seu segmento com o storytelling respondendo a essas perguntas.

 

Escolha as plataformas certas para contar cada história de uma nova forma: informações sobre bens de consumo rápido podem estar no facebook, atualizações de notícias sobre seu negócio podem ser divulgadas no twitter, itens visuais e cativantes ficam muito bem no pinterest, roupas e acessórios se destacam no instagram e se quiser tratar de negócios de forma aprofundada utilize o linkedin.

 

Em cada plataforma, utilize imagens relevantes, vídeos e sons que provocam emoção e captam interesse. Elementos visuais são mais compartilhados, especialmente se estão ligados a histórias. É muito mais fácil criar e divulgar conteúdos originais quando existem histórias por trás.

 

Conte as histórias certas para as pessoas certas no momento certo, segmente seu público por meio delas. O storytelling também faz estudos de caso se tornarem mais atrativos, com narrativas para mostrar quem você já ajudou e como. Por fim, defina um objetivo mensurável para seu storytelling, saiba o impacto de suas histórias.

 

Ou seja, cative sua audiência utilizando as palavras certas dentro de um enredo inteligente e provocativo, com personagens e sentimentos envolvidos, por meio de elementos visuais como imagens, ilustrações ou vídeos, com o objetivo de emocionar, entreter e convencer.

 

Uma marca com narrativa interessante gera reconhecimento, impacta mais vidas, constrói confiança. Tenha uma história verdadeira, persuasiva e bem construída, e faça ela chegar até as pessoas certas. Você vai ver o quanto isso pode dar certo.