Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

Quem deve fazer um curso de storytelling?

Quando você pensa em um vendedor, qual imagem aparece em sua cabeça? Segundo uma pesquisa da Harvard Business Review, menos de 13% da população de pais desejam que seus filhos se tornem vendedores.

 

curso de storytelling

 

Tendemos a criar uma imagem negativa das vendas como aquela situação inconveniente criada por uma pessoa que te obriga a qualquer custo a comprar uma tupperware, por exemplo, mas não é bem assim. Esquecemos que, quando viramos consultores dentro de uma corporação, executivos ou fazemos qualquer outro serviço que tenha contato com pessoas, estamos vendendo.

 

Nós vendemos nossa força de trabalho, nossas habilidades, os serviços e produtos que podemos oferecer. Freelancers são o maior exemplo de profissional que, além de realizar seu trabalho, seja em qual área for, são seus próprios representantes comerciais.

 

Pensando desse jeito, todos os pais deveriam desejar que seus filhos fossem bons vendedores. Se você não sabe vender seu próprio talento, ninguém compra, ninguém acredita no que você tem a oferecer. Mas o que é que storytelling tem a ver com isso? Absolutamente tudo.

 

O que é storytelling?

 

curso de storytelling

 

O storytelling, como o nome já diz, é a prática de contar histórias estruturando uma narrativa para transmitir uma mensagem. Para contar uma boa história é preciso saber utilizar diferentes recursos, mídias, plataformas e técnicas que convençam a audiência sobre o seu ponto de vista, que mostrem o quanto ele é relevante.

 

Um bom storytelling é capaz de despertar emoções, desenvolver um personagem apelativo aos sentimentos, que se identifica com o público e resolve seus conflitos. Atualmente o storytelling está presente em várias áreas de expressão, como o cinema, televisão, literatura, teatro, videogames e também nos negócios. É sobre esse último que queremos falar.

 

O storytelling e as vendas

 

curso de storytelling

 

O ato de vender está fortemente associado à capacidade de formular um discurso e de contar histórias. Envolver o cliente em uma história cria uma relação de proximidade com a marca e é a melhor forma de convencer que o problema dele será resolvido com o produto ou serviço que você tem a oferecer.

 

O storytelling pode ser usado como estratégia de marketing, para motivar os colaboradores internos de uma empresa, para ajudar no lançamento de um produto, numa campanha de publicidade ou na apresentação de um serviço. Para cada audiência essa história vai ser contada de uma forma diferente.

 

Dentro da venda, uma boa forma de usar o storytelling é para formular seu pitch. Nós já falamos nesse post aqui sobre essa prática de convencimento rápida e eficiente. Demonstrar a essência de seu produto ou serviço em apenas alguns minutos é algo que só um bom storyteller sabe fazer.

 

Para contar histórias

 

Se você caiu de cabeça só agora nessa história de contar histórias, assista esse discurso da Chimamanda Adichie e você vai entender a importância do que estamos falando.

 

 

Quanto mais histórias lemos, assistimos e vivemos, mais capacidade teremos para contar uma história. Mais importante do que isso: mais capacidade teremos de criar uma história tão complexa quanto seus personagens, tão atraente quanto todos os pontos de vista que envolvem cada elemento.

 

Alguns livros sobre storytelling

 

curso de storytelling

 

Ainda falando em TED Talks, mas de forma mais prática, o livro 23 Storytelling Techniques From The Best Ted Talks é uma boa forma de entrar nesse universo de storytelling com práticas eficientes.

 

Além dele, o livro Phrases that sell serve como uma boa ancoragem para os conceitos de storytelling dentro dos negócios e da venda. Outras referências são o TED Talk de Andrew Stanton: As pistas para uma grande história e o livro Storytelling: Histórias que deixam marcas.

 

Quem deve fazer storytelling

 

Todo mundo!

 

Não precisa ser vendedor, trabalhar no marketing, ter uma empresa ou mesmo fazer parte de uma para fazer storytelling. Saber contar a sua própria história não é apenas uma ferramenta para a vida profissional: é uma forma de causar um impacto no mundo, de transformar pessoas, criar relações mais fortes, ter lábia e empatia para lidar com pessoas.

 

Curso de storytelling em SP

 

Não adianta apenas contar qualquer história. É preciso fazer com que o seu público se emocione, se identifique com o que está sendo contado, de preferência de forma a causar alguma mudança na sociedade, encorajar a transformação, inspirar valores.

 

Ficou com vontade de começar a usar o storytelling para vender mais e melhor? No dia 09 de novembro você pode aprender na Mastertech como entender sua audiência, se tornar pró na arte de contar histórias, criar laços com seu público, utilizar o pitch e outras formas de discurso para a venda. Vem saber mais sobre esse workshop com a Fabíola Tomaz clicando aqui!

 

Avalie esse post