Fazer full stack design não é apenas ter um título extravagante e diferentão, é se tornar um membro da equipe que pode participar em qualquer fase de um projeto web para ajudar.

 

Designers que entendem de código produzem mockups mais realistas e facilitam todo o processo de produção. Ficou interessado? Chega aqui que a gente explica melhor.

 

O nome é bonito, mas o que é um full stack designer?

 

A nova geração de trabalhadores não se contenta apenas com aprender o que é necessário para se sair. Fazer full stack design implica em ir além, em conhecer mais do que as técnicas visuais e de usabilidade, em estar consciente e atuar no que existe por trás de cada criação.

 

Quando se trata de design, isso significa definir quais são os objetivos e metas do projeto, enquanto se mantém as limitações do design e desenvolvimento em mente. Quem consegue gerir e entender um projeto desde sua concepção até seus últimos passos, cria uma experiência muito mais consistente.

 

full stack design

 

Para isso, algumas habilidades são primordiais. Nós contamos mais sobre cinco delas aqui embaixo.

 

UX Research

 

Este é o primeiro entendimento necessário para o trabalho como full stack. É preciso saber realizar a pesquisa e wireframing dentro da experiência gerada para o usuário. Compreender o público e gerar a estrutura de cada projeto pensando nele all the way é o caminho.

 

UI Design

 

Aqui entra a parte principal do trabalho de design: o visual e a alta qualidade gráfica. A user interface é o que irá atrair seu público e fazer com que ele permaneça navegando pela plataforma. Dentro desta habilidade estarão os conhecimentos de plataformas como o Adobe Photoshop, Illustrator e outras ferramentas de edição de imagem.

 

Programação front-end

 

Lógica de programação, HTML, CSS, Git, integração e outros conhecimentos estarão inclusos no conhecimento da programação front-end para um criar um full stack design. O que basta é a vontade de aprender para incorporar o código na rotina de design, e garantimos que vai valer muito a pena.

 

Programação back-end

 

Quando dizemos que full stack designers produzem mockups mais realistas, é o conhecimento da etapa de programação back-end que possibilita essa compreensão. Saber como será o desenvolvimento e gestão da plataforma em todas as suas camadas permite que cada etapa anterior seja pensada para facilitar o trabalho de desenvolvimento em outras linguagens, como Java e PHP.

 

Gestão de projetos

 

Entender os esforços e custos do projeto, identificar o público e o mercado, entender a importância dos dados e trabalhar a favor do marketing da plataforma é a última habilidade que torna um full stack designer completo. Compreender o planejamento e gestão da equipe será um diferencial extraordinário para seu crescimento profissional.

 

E os benefícios de ter todas essas habilidades?

 

Melhor entendimento do trabalho como um todo, maior consistência na produção. Criar um full stack design permite uma compreensão melhor das limitações do projeto, gerando expectativas mais realistas em cima do que está sendo feito.

 

Além disso, designers full stack possuem mais ofertas de trabalho, com maiores salários. O trabalho é denso, mas você não precisa ser um expert em tecnologia para chegar lá. Você só precisa conhecer o suficiente para fazer cada nova experiência mais possível.

 

Quer começar a entender de programação para se tornar um full stack designer? Vem conhecer o bootcamp de web front-end do Mastertech!

 

pop_up02

5 habilidades que todo designer full stack precisa ter
4.7 (93.33%) - 3 votos
Você pode também gostar