Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

“Quando eu crescer quero ser astronauta”

Você foi uma dessas crianças? Então fica tranquilo que ainda dá tempo de realizar o seu sonho. Chegar a outros lugares no espaço se tornou parte de empreender fora do Brasil há muito tempo e é um mercado em crescimento no nosso país.

 

mercado espacial

 

De acordo com a consultoria New Space Global, até o final da próxima década serão cerca de 10 mil empresas privadas trabalhando no negócio de se chegar até o espaço. Aqui no Brasil já podemos encontrar aproximadamente 10 delas e a base para essa disposição toda é a capacidade de resolver problemas complexos. Te lembrou alguma coisa?

 

Chegar ao espaço tem tudo a ver com empreendedorismo

 

Tem tanto a ver que, no Vale do Silício, já nasceu a Silicon Valley Space Center, uma empresa que tem por objetivo suportar as startups tecnológicas voltadas para o mercado espacial. O nome que tem sido dado a esses empreendedores espaciais é astropreneurs.

 

O objetivo dessas empresas é encontrar soluções para problemas que existem em viagens espaciais. Profissionais formados nos mais diversos campos do conhecimento trabalham juntos para resolver questões em áreas como energia renovável, baterias de longa duração, transmissão de grandes volumes de dados, uso da inteligência artificial para o transporte autônomo, formas alternativas de produção de alimentos, água e oxigênio, proteção contra a radiação solar, materiais flexíveis e ultra resistentes, soluções para a manutenção da saúde em longos períodos no espaço, entre outros.

 

Soluções essas que, depois de encontradas, vão voltar ao mercado como produtos e serviços transformadores, alternativas melhores ao nosso meio ambiente e nossas vidas. E aí está o principal motivo para falarmos de tudo isso.

 

Dos desafios mais simples até grandes problemas da humanidade

 

A indústria bélica e a motivação para conquistar e defender territórios é um dos principais geradores de inovações que voltam ao nosso cotidiano, como o forno microondas, as câmeras digitais e até a internet. É incômodo pensar em quanto essa motivação que mata tantas pessoas, traz tantos resultados práticos para a nossa vida.

 

Entretanto, esses mesmos objetivos estão sendo alcançados aos poucos com uma motivação muito mais interessante para as pessoas e nosso planeta: chegar ao espaço. O Brasil ainda está muito longe de alcançar os primeiros lugares na corrida espacial, mas os esforços de empresas privadas nesse sentido nascem da tecnologia e vão para todos os cantos da nação em termos de qualidade de vida e resolução de grandes problemas da humanidade.

 

Você pode até não ser aquele que vai para o espaço, mas pode ajudar mais de uma nação a percorrer caminhos nunca antes vistos.

Avalie esse post