Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

Como se tornar um profissional autônomo?

Nem todo mundo nasceu para trabalhar dentro de uma empresa por vários anos. No Brasil, 32% da força de trabalho é composta por profissionais autônomos. De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada em 2015 pelo IBGE, o número de profissionais autônomos chegava a 4,3 milhões.

 

Ter um trabalho em casa, em um escritório próprio ou um coworking, fazer a própria agenda e aproveitar oportunidades de emprego de acordo com as necessidades do mercado é o sonho de muita gente por aí.

 

Esse desejo de começar o próprio negócio, organizar a própria rotina de trabalho e gerenciar a própria clientela pode ser concretizado sim, mas para isso, as orientações a seguir serão muito válidas.

 

Pense em você como uma marca

 

Se você quer realmente trabalhar como profissional liberal, é importante começar a pensar em si mesmo como sua própria marca. Por que razão seus clientes confiariam a você um trabalho? Quais são suas habilidades que te destacam da concorrência? Quanto você custa e quais são as razões para esse valor?

 

Crie seu próprio conceito sobre o serviço que realiza e se prepare para realizar suas próprias vendas. A maioria das pessoas se afeiçoa às marcas que conseguem se relacionar diretamente com elas. Entenda o seu público e se torne tudo aquilo que eles procuram.

 

Deixe sua criatividade e determinação pulsarem

 

Trabalhar como profissional autônomo significa que não terão outras pessoas chegando com contratos fechados para você realizar atividades processuais. Ou seja, você precisa estar pensando no serviço que realiza sempre, fazendo modificações quando necessário, inovando para se adequar ao mercado.

 

Para que isso aconteça, é importante deixar sua criatividade solta em alguns momentos e forçar a determinação para ir atrás de todas as informações que façam ela fluir ainda mais para trazer valor ao seu negócio. Conhecer o que tem de novo por seu mercado hoje é só um dos requisitos para sobreviver por conta própria. Tem que ter pulso firme para não se distrair pela possibilidade de deixar o trabalho e a gestão para outra hora.

 

Saiba como fazer seu pitch

 

Nós já falamos aqui sobre o que é pitch e como essa técnica é eficiente para vender ideias. Colocar a essência do seu negócio em palavras sempre que surgir a oportunidade de se apresentar para um novo cliente é uma habilidade essencial para o trabalho autônomo.

 

Se essa capacidade de comunicação se unir ao storytelling, ficará ainda mais difícil dizer não para o que você tem a oferecer. Profissionais freelancers e autônomos são seus próprios representantes comerciais, por isso aprender algumas estratégias de gestão para além do seu trabalho não vai fazer mal nenhum.

 

Se conecte com pessoas

 

Se existe uma coisa que você precisa saber antes de decidir por se tornar um profissional autônomo, essa é: você não vai conseguir fazer tudo sozinho. Não adianta, se for esse o motivo de estar saindo de uma empresa, deixe para lá.

 

Para conseguir novos clientes sempre que necessário, ter seu nome bem falado por aí e ficar por dentro das oportunidades de negócio, é preciso se conectar à pessoas. Participar de grupos, eventos e comunidades relacionadas ao seu setor é fundamental para fazer sucesso. Tão importante quanto isso: crie conexões reais, não apenas por emprego.

 

Comece a dizer sim!

 

A parte mais difícil no início de uma carreira autônoma é a de começar a dizer sim. Aceitar projetos que aparecem, começar a fazer seu nome, investir em um produto no qual acredita, colocar suor e alma para trabalhar por conta própria é assustador, mas vale muito a pena no final.

 

Para quebrar essa barreira inicial, tente dizer sim para o maior número de atividades possíveis. Se arrisque, veja até onde consegue ir e o que consegue resolver sozinho. É só ultrapassando nossos limites que descobrimos onde eles estão.

 

4 (80%) - 9 votos