Aperte "enter" para ver os resultados ou "esc" para cancelar.

Como é um portfólio web developer e como fazer o meu?

Quando estamos na correria por um novo trabalho, a primeira coisa que vem na nossa mente é: tenho que atualizar meu portfólio. Ou criar um portfólio melhor, ou até reunir experiências suficientes para que ele possa existir.

 

As dúvidas principais nesses casos são: o que eu devo dizer? O que eu preciso incluir? O que não precisa estar no meu portfólio? Aqui nós vamos responder essas perguntas para você quando se trata de um portfólio web developer, ou seja, quando você vai criar um portfólio de projetos desenvolvidos para a web.

 

Começando do começo: onde deve estar meu portfólio?

 

Seu portfólio pode ser um site todo dedicado para seus projetos, pode estar em algum site já existente para a publicação de projetos, como o Github e Behance, ou pode ser um documento em pdf para enviar de modo offline (esse último, inclusive, precisa ser feito de qualquer forma).

 

É comum que portfólios de web developers sejam apresentados em formato de website, pois já demonstram um pouco das habilidades do profissional no próprio trabalho que podem realizar. Essa é provavelmente a forma mais interessante de mostrar quem você é e o que faz, mas não é a única. Inovar é, na maioria das vezes, a alternativa mais interessante.

 

Como meu portfólio web developer precisa ser?

 

O que essencialmente seu portfólio precisa dizer é:

 

  • Quem você é?
  • Que tipo de trabalho você faz?
  • Como você faz esse trabalho?
  • Para onde você quer ir com esse trabalho?  

 

Para dizer essas coisas, não existe uma fórmula ideal. Você pode criar uma marca pessoal para seus trabalhos, pode desenvolver um site que tenha a sua cara, pode apresentar projetos dos quais já criou ou participou, pode redesenhar um site que já existe, contar sua história, buscar testemunhas de seu trabalho, inserir outros elementos multimídia como vídeos, fotos, animações… Ou seja, existem milhares de possibilidades.

 

Para facilitar a escolha do caminho que vai tomar para o seu portfólio, o principal ponto para se levar em consideração é o contexto. Para quem esse portfólio será enviado? Como é essa empresa? Qual tipo de linguagem utilizam? Para qual cargo específico você está se candidatando e o que eles exigem? Tudo irá depender do tipo de empresa e equipe com quem você deseja trabalhar.

 

O que não dá pra esquecer

 

Nossas últimas dicas são elementos que não podem faltar no seu portfólio, seja ele para qual área for. Esses itens são:

 

  • Seu nome e foto;
  • Seus contatos (a melhor forma de falar comigo é:);
  • Trabalhos recentes;
  • Para quem e qual vaga está se candidatando;
  • Experiências e habilidades relevantes (prêmios, educação, cursos, idiomas);
  • Como você realiza seu trabalho.

 

Mostrar como você faz é muito mais importante do que o que você faz. Lembre-se disso do começo de sua busca por um trabalho até quando for contratado.

 

1.7 (33.33%) - 9 votos