4 minutos de leitura

Muitos de nossos alunos do imersivo Aprenda a programar em um final de semana fazem nosso curso para encontrar trabalho na área de tecnologia como desenvolvedores juniores. Entretanto, como negociar suas primeiras ofertas para esses papéis?

 

Metade do processo de negociação é o trabalho de preparação que você colocou antes da negociação. Se você também está procurando o seu primeiro papel como desenvolvedor, aqui estão três passos que você pode tomar para se posicionar para uma oferta bem negociada.

 

1. Entenda o valor de suas habilidades

 

Quais habilidades você tem que são relevantes para o trabalho para o qual você está se candidatando? Suas habilidades podem ser uma mistura de habilidades técnicas e habilidades sociais. Você deve ser capaz de fornecer exemplos da vida real e realizações onde você usou essas habilidades em um ambiente profissional e ser capaz de articular como você planeja usá-los para beneficiar o seu novo empregador.

 

Mesmo se você estiver se candidatando a um cargo de engenharia, mostrar suas habilidades sociais pode ser um diferencial se elas forem transferíveis. Por exemplo, alguns de nossos alunos que vêm de um histórico de vendas e desejam encontrar trabalho em tecnologia usam suas habilidades de vendas para obter funções em TI.

 

Além disso, você deve saber a média de valores atual em seu mercado para o papel ao qual está se candidatando. Considere se sua habilidade adicional pode ser usada como alavanca para um salário ainda maior.

 

2. Conheça os seus requisitos salariais

 

Ter um número de salário em mente que você pode fornecer ao recrutador logo no primeiro contato é importante. Há muito debate sobre se devemos dar as expectativas salariais antecipadamente, se é melhor dar um intervalo ou um número exato. Ser transparente com seu recrutador sobre suas expectativas salariais permite que o recrutador o ajude melhor durante todo o processo da contratação.

 

Se o salário que você pedir está fora do orçamento, as chances são de que o recrutador vai deixar você saber e ajudar a orientá-lo na direção certa. Também é melhor fornecer um número exato ao recrutador em vez de um intervalo. Se você der um intervalo, corre o risco de receber o menor número que você forneceu e é mais difícil negociar.

 

Certifique-se de pensar em um valor um pouco maior do que o ideal para que você tenha espaço para descer durante a negociação. Por fim, esteja confiante quando der sua expectativa salarial. Você não precisa racionalizar o quanto acha que merece, afinal, você fez sua pesquisa e sua pergunta está alinhada com o padrão da indústria, certo?

 

3. Reúna feedback e informações sobre as responsabilidades do escopo de trabalho

 

A entrevista é um momento para você conhecer a empresa e o seu papel, além de uma oportunidade para a empresa aprender sobre você. Certifique-se de usar suas entrevistas para fazer perguntas sobre o trabalho e obter uma compreensão completa de suas responsabilidades.

 

Se você estiver sendo entrevistado para um cargo júnior, entenderá que precisará de orientação e apoio. Se a empresa espera que você entre e trabalhe sozinho e construa coisas do zero sem muito suporte, é uma boa informação para ter e alavancar durante a negociação. No entanto, se eles estão dispostos a treinar e orientar você, pode ser difícil pedir mais dinheiro. Saber que essa informação pode ajudá-lo a se sentir confortável em aceitar uma oferta razoável se o cargo puder ser um bom ponto de partida para sua carreira.

 

Além disso, você deve pedir feedback durante todo o processo de entrevista. Um bom momento para solicitar o desempenho da sua entrevista é depois de você ter sido aprovado para a próxima rodada do processo.

 

4. Aprenda sobre as vantagens da empresa

 

Se você quiser explorar alternativas que você pode abordar durante a negociação, descubra se o seu empregador estaria disposto a pagar por você para ter aulas adicionais para aumentar suas habilidades. Algumas empresas também se oferecem para participar de conferências, o que é uma grande oportunidade de networking em nome da empresa e também para você desenvolver sua própria rede pessoal.

 

Ter todas essas informações úteis no momento em que você estiver pronto para negociar sua oferta tornará todo o processo muito mais fácil e menos assustador. Uma vez que você sabe o quanto suas habilidades valem e você tem uma compreensão das responsabilidades do trabalho, incluindo suas forças e fraquezas pessoais, você terá uma expectativa muito mais realista sobre o que merece receber uma oferta.

 

A partir daí, você pode aceitar o seu objetivo de destino, assim como as alternativas que existem para encontrar uma oferta que faça sentido para você e seu futuro empregador.

 

4 passos para negociar seu primeiro emprego de programador
Avalie esse post
Você pode também gostar